E hoje o PS desceu ao Pinhão. É sempre bom ver o Prof. Cascarejo no Pinhão sem a companhia do seu fotógrafo em busca de mais uma imagem para promover o concelho à nossa custa. Mas pouco mais há a referir da sua presença este fim-de-tarde no Pinhão.
Sobre os discursos e o seu conteúdo apenas acho que o PS deveria felicitar o director da campanha do PSD, o Dr. Márcio Ribeiro, pela calendarização. Caso o PSD não tivesse tido ontem um dos maiores comícios desta campanha, no Pinhão, o PS não poderia hoje ter passado muitos minutos a denegrir, a insultar e a rebaixar a Sandra Moutinho, o Miguel Rodrigues, o Pedro Pimentel e toda a onda laranja e azul que invade Alijó.
Mas isso não é surpresa. Já o disse, já o repeti, e quem tem dúvidas poderá ouvir os debates na internet. Quando não existe absolutamente nada para além de palco, de brinquedos, de fêveras. Quando não existem visão programática, orientações estratégicas, ideias concretas e eficazes sobra o insulto. Habilidade que o PS tem desenvolvido com maestria nos últimos anos.
Hoje orgulho-me daquilo que sou… e envergonhar-me-ia se fosse do PS, deste PS.
Falemos pois do que interessa. Falemos da recepção em Vila Verde. Uma tarde exaustiva mas com uma recepção calorosa em todas as localidades desta remota freguesia, uma das mais esquecidas e subdesenvolvidas do concelho de Alijó. Isso choca e isso preocupa-me, como preocupa a todos os que realmente se interessam pelo concelho de Alijó. E este deve ser o desafio de qualquer homem ou mulher do concelho: ajudar no que for possível no desenvolvimento e avanço desta zona do concelho. Como pode, em pleno século XXI, não haver água e saneamento em algumas das habitações desta freguesia. Como pode haver partidos a gastar mundos e fundos numa campanha eleitoral e em revistas quando não há um cêntimo para estender um tubo de água.
E a onda laranja e azul prosseguiu concelho abaixo. A força da falange de apoio ao Dr. Miguel Rodrigues e ao Eng.º Pedro Pimentel percorreu as ruas das principais freguesias do concelho até chegar ao Castedo onde as ruas estavam cobertas de entusiasmo. Um belo colorido que arrepia e fez lembrar os grandes comícios nacionais tal era a massa humana e alegria dos presentes. Se a caravana vinha grande, à chegada todos saíram à rua no Castedo para mostrar o seu apoio ao Marco Rodrigues.
Em Alijó nestas autárquicas tem havido claramente uma única candidatura e uma única coligação interessada em fazer politica positiva. Essa é a alternativa e a mudança. Tiques de litoralismo dirão os “pragmáticos velhos do Restelo”. Modernidade e resposta a uma exigência cada vez maior dos cidadãos em saber e compreender o que se passa na sua terra e no seu concelho diz a única coligação que nestas eleições faz a verdadeira política. Uma politica com atitude positiva, com o maior respeito com tudo e todos, uma politica assente em bases programáticas bem definidas e com um fio condutor. Uma politica que os eleitores poderão eleger como a verdadeira alternativa de mudança.
Luís Almeida
publicado por Luís Almeida às 01:08