SORTE DE UNS... AZAR DE OUTROS


No regresso da Liga dos Campeõs à cidade que a viu nascer (Lisboa), o país anfitrião pode-se dar como equitativamente satisfeito após os jogos do FC Porto e SL Benfica.


Começando pela jornada de terça-feira em que o FC Porto alinhou em Glasgow. Num jogo bem disputado a sorte esteve do lado da equipa da casa. Bem... a sorte e o árbtiro. O segundo golo do Glasgow surge num lance duvidosoém que a falta sobre Vítor Baia não foi assinalada. Parece que a presença de equipas portuguesas nas finais europeias dos últimos três anos não foi suficiente para que a "Europa" ganhe respeito pelas cores nacionais. Do jogo, o FC Porto, acaba por trazer Pedro Emanuel com o nariz fracturado e Sokota numa reedição da lesão que supostamente o afastou do Benfica. Com a suspensão a McCarthy a opção de Co na próxima jornada para o ataque azul e branco deverá passar pelo Hugo Almeida. Este, um jogador dotado de todas as caracteristicas necessárias e suficientes para vingar, mas eventualmente demasiado jovem para arcar com as responsabilidades do ataque do dragão. A ver vamos!!!


Mais risonha, e de que maneira, foi a jornada de quarta-feira com o golo solitário de Miccolli. As palavras para este jogador são unânimes. O desiquilibrio que o Benfica há meses tem dificuldade em criar esteve nos pés de Miccolli. O jovem e baixo avançado encarnado lutou, correu e no derradeiro minuto do encontro, a passe de Mantorras, teve o prémio mais do que merecido num golo fantástico. E é normal que este não seja apenas mais um golo. Conseguido aos 92' catapultou o Benfica para a liderança do grupo beneficiando do empate do cedido pelo Vilarreal em Espanha ao Manchester United. Mas esta é uma vitória de muitas conclusões. Consegue assim o Benfica a primeira vitória com a certeza que Miccolli é o reforço pretendido, afinal Koeman tem um banco de suplentes capaz de resolver um jogo - note-se que foi Mantorras a fazer o passe - e a equipa está assim motivada para os novos desafios que se avizinham. De nuestros hermanos vem também a deliciosa notícia que Ronnan foi expulso e não alinhará contra o Benfica no próximo jogo em Old Trafford. Um duelo de gigantes à moda antiga. No entanto há também reflexões a fazer tais como a insistência de Koeman em Geovanni - ausente em todos os aspectos à excepção do aspecto físico - e um conjunto de lesões que se pode afigurar dificil: Simão e Karagounis não pareceram bem e Petit sai aos 60'.


Antes ainda de concluir uma nota negativa para a derrota escandalosa do Real Madrid e uma outra positiva para Deco que apontou o primeiro de dois golos que Barcelona usufruiu para vencer o Werder Bremmen, e que golo!


Daqui por quinze dias uma jornada que se adivinha poder surtir o mesmo efeito que esta mas com os protagonistas inversos. É no entanto nosso desejo evidente e muito forte que o Benfica surpreenda o colosso Manchester United, como nos velhos tempos, e o FC Porto, numa tarefa menos árdua, terá que vencer o Artmedia para que não surjam dúvidas sobre as hipóteses de qualificação dos azuis e brancos.


Boa sorte ao Vitória de Guimarães, Vitória de Setúbal, Sporting de Braga, Sporting e claro Benfica e FC Porto!


 


lc_matchday1.jpg


Miccolli preparava o cabeceamento para o golo


Foto cedida: UEFA Champions League official site 

publicado por Luís Almeida às 22:54